Praticamente todas as empresas do mundo sofrem com milhares de vulnerabilidades que podem ser facilmente exploradas por hackers. No entanto, por mais assustador que pareça, para os profissionais de TI, essa é apenas uma velha realidade.

A verdade é que é impossível não haver nenhuma vulnerabilidade de TI em uma empresa. Não importa o quanto seja gasto em softwares avançados de segurança para impedir que hackers tirem vantagem, os criminosos sempre vão encontrar novos alvos fáceis para agir, mesmo em uma série de camadas de segurança.

Nenhuma solução de segurança funciona completamente. Porém, nossos esforços para alcançar o impossível são o melhor que podemos fazer. Há uma série de verdades dolorosas sobre segurança em TI que mostram por que as soluções de segurança falham e como as empresas e os profissionais de TI podem trabalhar para atenuar as fragilidades dos softwares de segurança.

Não existe solução perfeita

É difícil construir um sistema de defesa infalível para qualquer dispositivo. As soluções de segurança são, normalmente, trabalhadas apenas em algumas plataformas e versões.

Não só os softwares não são completamente seguros em qualquer plataforma, mas também nenhum profissional de TI entende de absolutamente todos os dispositivos utilizados para se conectar à rede.

Mesmo que seus dispositivos e plataformas suportem o software de segurança, a implantação é imperfeita. Nunca se consegue atingir 100% de dispositivos protegidos pela solução de segurança por causa de uma série de questões, como problemas de rede e conectividade com sites, firewalls bloqueados, registros corrompidos, mudanças na versão do sistema operacional e outras questões.

A segurança em TI deve conviver com a realidade de que alguns dispositivos podem não estar com os softwares de segurança instalados corretamente. No entanto, é importante que, no mínimo, qualquer solução de segurança informe quais dispositivos estão protegidos e quais estão com problemas.

Além disso, muitas empresas não dispõem de pessoal suficiente para monitorar as ferramentas de segurança o tempo todo. Com frequência ocorre o desperdício de tempo e dinheiro. Meses são gastos avaliando e explorando uma grande ferramenta de segurança comprada, contudo, quando outras necessidades dos profissionais de TI se sobrepõem, poucos têm tempo para analisar e gerenciar as ferramentas de segurança adequadamente, ou mesmo conseguir avaliar cada um dos alertas emitidos, que, frequentemente, são falsos.

Dispositivos de segurança não se mantêm sozinhos. Para efetivamente monitorar os dados corporativos e mitigar os riscos, é preciso dedicar a eles equipes e recursos para que possam trabalhar em seu potencial de proteção máxima.