Tudo sobre segurança na nuvem

[av_heading heading=’Tudo sobre segurança na nuvem’ tag=’h1′ style=” size=” subheading_active=” subheading_size=’15’ padding=’10’ color=” custom_font=”][/av_heading]

[av_textblock size=” font_color=” color=”]
cloud-security

A nuvem aumentou consideravelmente os vetores de ataque para os cibercriminosos. Com isso, ferramentas como firewalls e antivírus, apesar de ainda terem sua importância na estratégia de segurança da informação atual, não são mais tão efetivas como antigamente, quando tudo que era valioso para o negócio se encontrava atrás do perímetro.

Ignorar a nuvem é algo impensável levando em consideração as vantagens da cloud computing, como redução de custos e redução do time-to-marketing para novas aplicações.

Por isso, novas abordagens de segurança na nuvem são necessárias para lidar com as novas ameaças e continuar aproveitando suas vantagens. Conheça duas delas:

Considere cada solução individualmente

Diferente de anos atrás, quando havia, teoricamente, apenas uma porta de entrada para os ataques, hoje cada aplicativo baseado na nuvem tem seu próprio perímetro de proteção, com isso, uma boa estratégia de segurança na nuvem é pensar na proteção de cada aplicativo individualmente.

Cada aplicativo baseado na nuvem precisa ter seus próprios dispositivos de proteção contra invasão, ataques DDoS e roubo de informações e suas próprias políticas de segurança, ou seja, os mesmos componentes de segurança do perímetro da rede corporativa.

Essa abordagem de segurança na nuvem consiste na implementação de controles de proteção por aplicativo, algo que garantiria a proteção que a nuvem precisa, mas que também demandaria controles para centralizar as informações de múltiplas ferramentas de segurança em diferentes aplicações.

Adote o cloud-first

Outra abordagem de segurança na nuvem é a cloud-first, um conceito já bastante difundido entre desenvolvedores ao criar novas aplicações voltadas para a nuvem.

Em segurança, esse conceito consiste na centralização da segurança na nuvem, adaptando a estratégia tradicional para cloud em um modelo “as a service”.

Com isso, as empresas evitariam os custos de abrigar serviços primários de segurança no data center, obrigando todo o tráfego da rede a passar por ele. As principais vantagens desse modelo é a eliminação da gestão de dispositivos.

Independente da estratégia escolhida, a PROOF oferece soluções de ponta quando o assunto é segurança na nuvem.

O serviço de Cloud Security da PROOF faz uma análise do ambiente, das necessidades do negócio e do comportamento do usuário para desenhar a melhor estratégia de segurança na nuvem para sua empresa, com soluções efetivas.

O serviço de Cloud Security oferece às organizações estratégias para assegurar a segurança dos dados no que tange os principais riscos da nuvem, como vazamento de dados e dados internos sensíveis à empresa.

Saiba mais sobre o serviço de Cloud Security e entenda como podemos ajudá-lo a obter mais segurança na nuvem.
[/av_textblock]

Conheça os cinco principais desafios de segurança na nuvem

Em nosso mundo movido a tecnologia, a segurança na nuvem é uma questão que precisa ser discutida desde os mais altos níveis organizacionais da empresa até os mais novos funcionários.

Conheça alguns desafios de segurança na nuvem que o mundo corporativo deve enfrentar:

Ataques distribuídos de negação de serviço

Também conhecidos como Distributed Denial of Service (DDoS) attack, esse tipo de ataque é projetado para oprimir servidores de websites para que eles não possam mais responder aos comandos dos usuários legítimos. Quando um ataque distribuído é bem sucedido, é capaz de render um website por horas ou até dias, resultando em perda de receita, confiança do cliente e autoridade da marca.

Mais e mais empresas e operações estão mudando para a nuvem e os fornecedores de serviços na nuvem estão se tornando um dos principais alvos de ataques maliciosos. Os ataques DDoS estão cada vez mais comuns.

Violações de dados

Tradicionalmente, os profissionais de TI costumavam ter grande controle da infraestrutura de rede e do hardware, assegurando a propriedade dos dados. Na nuvem (sejam elas privadas, públicas ou híbridas), alguns desses controles devem ser confiados a parceiros. Escolher o fornecedor certo, com um forte histórico de segurança, é vital para lidar com esse desafio.

Perda de dados

Quando informações de negócios críticas são movidas para a nuvem, é normal se preocupar com a segurança. Perder dados da nuvem, seja por acidente, uma ação maliciosa ou um ato “da natureza” que derrube o servidor, pode ser um desastre para uma empresa. Frequentemente um ataque distribuído é apenas uma distração para uma ameaça maior, como tentativas de roubar ou deletar dados.

Para enfrentar esse desafio, é essencial ter um processo de recuperação de desastres, assim como um sistema integrado para mitigar ataques.

Pontos de acesso inseguros

Um dos grandes benefícios da nuvem é que ela pode ser acessada de qualquer lugar e de qualquer dispositivo. Mas e se as interfaces e APIs com as quais os usuários interagem não forem seguras? Hackers podem descobrir esses tipos de vulnerabilidade e explorá-las.

Notificações e alertas

Consciência e comunicações apropriadas das ameaças de segurança são um pilar da segurança da rede e o mesmo serve para a segurança da nuvem. Alertar os gestores de sites e aplicações assim que uma ameaça é identificada deve fazer parte de um plano de segurança. Uma mitigação rápida consiste em uma comunicação clara e rápida para que os passos necessários possam ser tomados para minimizar o impacto de uma possível violação.

A PROOF une quase uma década de experiência em segurança da informação e seu DNA de inovação e segurança para trazer soluções de ponta quando se trata de segurança na nuvem. A PROOF tem uma abordagem 360º quando se trata de segurança: dentro e fora da nuvem da empresa. O Cloud Security pode ser integrado a outros serviços em segurança da informação da PROOF, como o MSS e o Security Advisor.

Com Help Net Security