Entenda o impacto dos ataques ao sistema Swift

Responsável pela comunicação de dados no sistema bancário em todo o mundo, a SWIFT (Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication) tem sido alvo de significativos ciberataques nos últimos tempos, o que representa um perigo real à segurança das operações globais do setor financeiro.

Em fevereiro, hackers com perfil de profundo e sofisticado conhecimento sobre controles operacionais de instituições financeiras invadiram o sistema do Banco de Bangladesh e roubaram US$ 81 milhões. Mais recentemente, em maio, dois novos ataques com malware foram realizados: um em um banco comercial no Vietnã, sem informações precisas sobre um eventual montante desviado, e outro no Banco del Austro, no Equador, onde foram levados US$9 milhões.

A porta-voz da SWIFT, Natasha de Teran, afirmou que, de acordo com especialistas forenses, ambos os ataques não demonstram ser ações isoladas, mas sim “parte de uma campanha mais ampla e altamente adaptável com foco em bancos”. Enquanto a empresa responsável pelo sistema faz projeções sobre as perdas sofridas nos últimos meses e busca novos meios de proteger as informações de seus associados, é essencial que a segurança cibernética seja uma prioridade para as instituições financeiras. Isto porque grandes associações bancárias globais podem até exigir que os bancos retenham capital extra para eventuais compensações desse tipo de risco.

Como parte das ações que podem mitigar os riscos de ataques online, as recomendações são as de que, além dos esforços promovidos pela SWIFT, as instituições financeiras cumpram com os requisitos de segurança da informação, buscando sistemas adequados de gestão de acesso e atualização frequente destas ferramentas.

Quer saber mais sobre como proteger os dados do setor financeiro? Faça download do whitepaper da PROOF Desafios e Tendências para o setor financeiro em 2016 e conheça mais ameaças a esse segmento e como as empresas do setor podem aproveitar as novas tecnologias e tendências para aumentar a segurança de seus ativos.